“Mandalas, Olho de Deus”, por Letícia Rodrigues é lançado nesta segunda, 01 de março de 2021

A “Prisma Mandalas”, de Letícia Rodrigues, pedagoga, produtora e artesã lança, nesta segunda,  1/03 às 18h, o curta-metragem  “Olho de Deus”, direção Elizabete Martins Campos, um encontro com o ato milenar em criar mandalas em fios. O lançamento ocorre  nas plataformas digitais da artista do LinkedIn, Facebook, Instagram  e YouTube.

Teaser do curta Mandalas, Olhos de Deus, por Letícia Rodrigues, direção Elizabete Martins Campos

 

Letícia Rodrigues,  Pedagoga, com especialização em Metodologia do Ensino de Artes,  conta sobre os benefícios na prática desta arte, que é capaz de levar ao estado meditativo, trazendo bem estar a quem se propõe a “mandalear”, como ela chama afetivamente o ato de criar mandalas.  Segundo ela, suas inspirações vem da beleza e encanto das origens das mandalas como símbolo antigo feito pelos índios da Bolívia, os Aymara, e os índios índios Huicholes, do México-, um objeto sagrado, que simboliza prece à prosperidade,  saúde, felicidade e, das suas  pesquisas junto a Carl Gustav Jung, um psiquiatra e psicoterapeuta, suíço, que fundou a psicologia analítica, que utilizava diferentes mandalas em seus trabalhos,  por acreditar que as elas são uma maneira de colocar ordem no psiquê.

 

Jung, dizia que, “a mandala significa um suporte para a transformação e crescimento interno do indivíduo para alcançar a totalidade. Graças à esses desenhos, eu pude observar a minha transformação psíquica dia após dia. Foi através dessa observação progressiva que eu pude, enfim, descobrir o que a mandala, realmente, é formação, transformação, eterna re-criação do espírito eterno. E isso é a totalidade da personalidade que, se estiver bem, é harmoniosa, mas não tolera nenhuma auto-ilusão. A mandala, para Jung, significa um suporte para a transformação e crescimento interno no indivíduo para alcançar a totalidade. Segundo ele, as mandalas se mostravam como tentativas do inconsciente de buscar uma cura para a nossa forma interna. Com isso, a nossa mente poderia ser restaurada e colocada em ordem”, explica Letícia Rodrigues.

 

Leticia Rodrigues, conta que o que chamou muito a sua atenção nas mandalas olho de Deus, era que, segundo os índios huicholes, elas davam, “o poder de ver e compreender as coisas como elas realmente são. Então, fui   me aprofundando nos estudos das simbologias, sempre fazendo e deixando fluir o fogo criativo. E a medida que fui me concentrando, me entregando às cores, ao ritmo, às formas, à tensão dos fios, os sentimentos, fui descobrindo a mim mesma e ao funcionamento dos meus próprios processos. A vida não é linear, ela é cíclica, está sempre em movimento, ela é mandálica. Muda as formas, às cores, a tensão, os ritmos e os sentimentos. E, eu, acredito que compreendendo esse movimento, às coisas ficam mais claras e, isso, nos ajuda a lidar com a própria vida, revela Letícia durante o curta.

 

Leticia Rodrigues durante filmagens

 

Para a diretora do curta, Elizabete Martins Campos, da iT Filmes, o trabalho de Letícia Rodrigues traz uma força de transformação e  participar deste momento de documentação, em que a personagem revela todo este potencial é algo que vem de encontro com suas pesquisas sobre o impacto além da tela  no audiovisual. `Este doc poético, experimental, me permitiu exercitar as investigações entre as relações do cinema com as outras artes, estudos, técnicas e práticas possíveis de expandir nos em todos sentidos, “, declara.

 

 

Em tempos de isolamento e transformação social, a artesã apresenta sua arte, divulgando também abertura para oficinas e workshops que podem ser aderidos por empresa que desejam oferecer experiências de relaxamento aos colaboradores.

 

Logotipo desenvolvido pela design, artista visual e fotógrafa Leliane de Castro da Áurea Design, Audiovisual e Mkt

 

Ficha técnica

DOCUMENTÁRIO MANDALAS, OLHOS DE DEUS

ESTRELANDO  LETÍCIA RODRIGUES

DIREÇÃO e ROTEIRO ELIZABETE MARTINS CAMPOS

IMAGENS ELIZABETE MARTINS CAMPOS E LELIANE DE CASTRO

MONTAGEM ELIZABETE MARTINS  CAMPOS

FINALIZAÇÃO LELIANE DE CASTRO

FOTOGRAFIAS ELIZABETE MARTINS CAMPOS

VTs DIVULGAÇÁO iT FILMES / AUREA DESING

COMUNICAÇÃO, MKT,  REDES SOCIAIS LU RODRIGUES

IDEALIZAÇÃO E REALIZAÇÃO

PRISMA MANDALAS

PRODUÇÃO

PRISMA MANDALAS / IT FILMES

PARCERIA

CIRCULABIT – CIRCUITO DE CRIACAO E DIFUSAO DO AUDIOVISUAL

AUREA DESIGN, MKT, AUDIOVISUAL

SITIO SOLAR PARAÎSO – gentilmente cedeu a locação para filmagens

O projeto foi realizado por meio da Lei Aldir Blanc Betim / 2021 com todos as precauções e cuidados contra o covid-19.