CIRCULABIT gera impacto além da tela no audiovisual brasileiro

Circuito abriga e difunde filmes, novas ideias, artistas, parceiros e seus projetos

Desde sua fundação a  iT Filmes, Comunicação e Entretenimento afirma seu compromisso com a acessibilidade, difusão e democratização do audiovisual, por isso, em 2017 criou o projeto Circulabit – Circuito Itinerante, Interativo, Laboratorial de Criação e Distribuição em Multiplataformas,  que estimula a produção e circulação audiovisual, por meio de cinco eixos de atuação. 

O Circuito Salas de Cinema promove o lançamento e distribuição de obras audiovisuais independentes em Salas de Cinema, em parceria com diferentes exibidores. O primeiro e bem sucedido filme trabalhado pelo projeto é o longa “My name is Now, Elza Soares”, que em 2018, entrou em cartaz, chegando em 15 capitais brasileiras e, em abril de 2019 estreou em Porto, Portugal.

Um eixo importante do CIRCULABIT é o  PRÊMIO CIRCULABIT, que articulou 5.820  internautas, que interagiram  junto às 17 obras de curtas-metragens e seus realizadores, de diferentes regiões do Brasil, inscritos na iniciativa. 

Os vencedores, ou seja, os curtas que obtiveram mais views na plataforma CIRCULABIT  no YouTube foram “LONELY”, direção Bruno Nogueira Leonardo, “CALAFETAGEM”, direção Adelvan Bantu e “BH NO RITMO DA LUTA”, direção, Dandara Andrade, que receberam como prêmio a exibição em sala de cinema, na pré-estreia do longa “My name is Now”, no Cine Belas Artes, no dia 30 de outubro de 2018, em Belo Horizonte. 

No domingo, dia 21 de outubro de 2018, o projeto ancorou no espaço cultural e bar “Estação Santê”, em Santa Tereza, Belo Horizonte, com o  evento CIRCULABIT NO SANTÊ, com participação especial do DJ Pablo Araújo e da cantora Julia Morena.

Na Perspectiva de ampliar o leque de atuação em parceria com novos realizadores e produtores, foi criado o LABiT – INCUBADORA DE CRIAÇÕES, eixo da plataforma que promove o desenvolvimento de novas obras audiovisuais, sendo um laboratório de pesquisa em crição e distribuição de projetos incubados, buscando interatividade entre produtores, realizadores, público, parceiros e circuitos exibidores. 

Em 2018, a equipe do CIRCULABIT esteve nas Faculdades de Cinema da universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), PUC MINAS e UNA-BH, apresentando o projeto LABiT e conversando com estudantes sobre suas realidades como criadores audiovisuais. 

Atualmente, LABiT incuba a série infantil: “Bucala – A Pequena Princesa de Cabula, aprovado na etapa desenvolvimento, do Fundo Setorial Audiovisual (FSA) e a série “Caminhos Musicais”.

O eixo-cross do CIRCULABIT é siginificado da palavra acessibilidade com seus múltiplos sinônimos como alcance, entrada, comunicabilidade, transitabilidade, abertura, aceitação.

Portanto, o projeto pensa o acesso e democratização do audiovisual junto ao  público geral como um todo, e desenvolve como prioridade o eixo LabAcessibilidade, que realiza atividades inclusivas, afirmativas e formativas com públicos diversos, deficientes, alunos de escolas públicas, universitários, por meio de laboratório de inserção de ferramentas de acessibilidade: Libras, Audiodescrição e Legenda descritiva, realização e apoio a exibições voltadas para pessoas com deficiência física visual e auditiva.

Na segunda edição do CIRCULABIT, o longa “My Name is Now” recebeu as acessibilidades por meio do eixo LabAcessibilidade, em uma parceria com a Sem Rumos – Produtora Audiovisual, que incluiu no filme as acessibilidades: libras, audiodescrição e legenda descritiva.

No dia 11 de dezembro, de 20018, foi realizado pelo LabAcessibilidade, no Cinema Belas Artes, em Belo Horizonte, com sessão gratuita do longa “My name is Now” para portadores de necessidades especiais e alunos da Escola Municipal Maria da Penha dos Santos Almeida, de Betim (MG).

No dia 07 de agosto de 2018, o Cinematógrafo Cineclube, de Passo Fundo, (RS) realizou uma sessão do longa com todas as acessibilidade e no dia 13 dezembro de 2019, foi a vez do  Cine 104, em Belo Horizonte.

Outro braço chave do CIRCULABIT é o CIRCUITO BRASIL – EXIBIÇÕES GRATUITAS, que promove, apoia e incentiva exibições gratuitas, em parceria cineclubes, universidades, entidades e governos. Em 2017, 2018 e 2019, o eixo movimentou pessoas e instituições de diferentes pontos do Brasil.

No dia 21 de agosto de 2019, a UFMG, por meio das Atividades Complementares da Faculdade de Belas Artes, em parceria com o  CIRCUITO BRASIL – EXIBIÇÕES GRATUITAS realizou uma sessão gratuita do longa My Name is Now”, com a presença e bate-papo com a realizadora Elizabete Martins Campos, do assistente de produção e ilustrador Guilherme Aguiar e a produtora Valéria Gomes.

No dia 08 de agosto, de 2018,  o projeto esteve no  Instituto Ramacrisna, em Vianópolis, onde a cineasta e jornalista Elizabete Martins Campos falou para um público de adolescentes. No mesmo dia o projeto esteve no  Rosário, no Centro, seguido de shows de artistas locais. Já no dia 09 e agosto foi a vez do Frei Chico, no PTB, receber o projeto CIRCULABIT.  ambos em Betim, todos gratuitos.

Em 2019, destaque para a participação do CIRCUITO BRASIL – EXIBIÇÕES GRATUITAS, ocorrido no dia 05 de julho, no “Festival Reverbera”, realizado pela Escola Casa Aristides, em Nova Lima, (MG) e, no 24 de julho, no  MAM- Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro.

Em 2020 o CIRCUITO BRASIL – EXIBIÇÕES GRATUITAS continua recebendo inscrições de instituições de ensino, cineclubes etc. que tenham interesse em exibir o longa “My Name is Now” e os curtas da plataforma CIRCULABIT. A ficha de inscrição estão disponiveis no site www.itfilmes.com.br/circulabit.

Em 2017, foi realizada a primeira edição do CIRCULABIT no Cine Santa Tereza (Museu de Imagem e do Som), em Belo Horizonte, como um projeto piloto para lançar a ideia, tendo como tema “o impacto além da tela”, com exibição do curta “Filhos Separados pela Injustiça”, uma coprodução iT Filmes e Movimento das Pessoas Atingidas pela Hanseníase – Morhan. O foco do público foram as personagens do curta, que nunca haviam ido ao cinema.

Em 2018 o o CIRCULABIT foi patrocinada pela SADA TRANSPORTES, por meio da Lei de Incentivo à Cultura do Estado de Minas Gerais, em Parceria  Sinergia PRojetos Culturais, Linke,  Studio Cerri, Sem Rumos Projetos Audiovisuais, Áurea Design Integrado.

Nesse movimento seguimos, circulando pelos trilhos das multilinguagens do universo, abraçando e sendo abraçados pelo caminho.
Bora!